09 março 2006

...na minha alma eu te acalento...

Desde que meu anjinho voltou lá pro céu, na madrugada do dia 15 para o dia 16/02, eu ando meio anestesiada.
Não consigo por nada prá fora, não consigo escrever nada, nem em folhas, nem no blog.
Às vezes parece que vou desabar de uma só vez (como se isso já não tivesse acontecido internamente).
E tem horas que eu acho que estou me anulando, acredito não estar conseguindo demonstrar com meus gestos e expressões as coisas que sinto.
Tipo, eu sei que estou me sentindo magoada, mas não sei demonstrar isso prá quem eu acredito ter me magoado, nem consigo colocar isso prá fora quando estou sozinha.
Eu já me acostumei com esse tipo de situação. Eu, sempre eu, em qualquer situação sou sempre a errada prá eles. E por mais que eu queira ser otimista, sei que isso não vai mudar. Faço do meu jeito, sou criticada, fico magoada, passa a mágoa e bola prá frente. Acho que não me incomodo com esse tipo de coisa, mais que três dias.

Não tenho mais nada prá escrever de útil...
Mas tem uma musiquinha que acho linda, é quase uma canção de ninar e vou coloca-la aqui (realmente coisa de quem não tem o que escrever):

Gianluca, meu anjo
me guarda no teu pensamento
te amo muito além do tempo
e nunca vou te deixar
me leva no teu movimento
na minha alma eu te acalento
e quando algum dodói te machucar
chama o teu anjinho pra passar
tu és a força do perdão
o dom da cura nas tuas mãos
lembra que onde for que tu tocar
faz com a tua pureza melhorar
Deus te trouxe um sonho bom
nas ondas do teu coração
Gianluca, golfinho azul
teus olhos a luz mais brilhante
és dono de um poder gigante
Gianluca, meu pássaro
voa com teu sentimento
com a força que vem lá de dentro
e toda vez que for soltar o ar
pede pra tristeza te deixar
que leve embora a solidão
tu nunca és só na imensidão
lembra que a tua alma quer lutar
lembra, tu escolheu de vir pra cá
tu és guerreiro do amor
traz alegria aonde for
abre as asas anjo azul
traga a nós a tua luz
Gianluca, te amo
viaja no meu pensamento
saudade voa pelo vento
e toda vez que duvidar
confia na sabedoria
divina força que te cria
e nunca vou te deixar
e toda vez que em mim pensar
contigo sempre eu vou estar
abre as asas anjo azul
traga a nós a tua luz (D.B.)

Um comentário:

Manu disse...

Kris,
Este é o ponto crucial em todas as coisas. Na vida,ganhamos ou perdemos.
Eu gostaria que você fosse absolutamente vitoriosa,ultrapasse este momento - mesmo que em dias como esse tenha que se dedicar à você, ao que deseja daqui pra frente.
Sei que adornará sua vida com um indestrutível triunfo.
Super beijo.