21 janeiro 2006

E Se Um Dia

E se um dia
Eu não pudesse nunca mais te ter
Nem que eu quisesse
Aprenderia a te esquecer
Todos os dias, todas as horas vazias
Tardes e noites e madrugadas longas e vãs
Todos os domingos, todas as manhãs
Todas as cores, todos os sons
Tudo é silêncio, tudo é ausência
Tudo ilusão
E se outro dia
Eu te dissese que não quero mais
Que já não sinto o que sentia
Um tempo faz
Como seriam noites e dias
Domingos cheios de gente, cheios de festa, cheios de som
Como seriam todas as manhãs?
Quem cantaria novas canções?
Como seria tudo tão triste se fosse assim
E se um dia eu quisesse nunca mais te perder
E se um dia eu dissesse nunca vou te esquecer?
Eu não sei, eu não sei não...

3 comentários:

Anônimo disse...

Mudamos o ultimo digito (2006), mas continuamos com os mesmos sentimentos...bom seria poder mudar também...não é?

Beijos e boa semana pra você!

Carlos.

Anônimo disse...

E ai Kika... com vão indo as coisas? Conte-me, tenho urgência em saber de tudo...não me esconda nada...abra seu coração...rsrsrs.

Aparece ai meu...pô tá dificil de te encontrar.

beijos,

Carlos

wil disse...

Abandonou o blog mocinha?
Apareça...

Beijos!